Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Other Side of the World..

Other Side of the World..

Perdão vs Orgulho

por Cátia Bernardo, em 17.09.06

Desculpar - "Fazer desaparecer a culpa de; perdoar; justificar".
Orgulho - "Elevado conceito que alguém faz de si próprio; soberba; altivez; ufania".

 

   É incrível como estas duas palavras se anulam uma à outra. O que ainda é mais incrível, é o facto das pessoas escolherem sempre o segundo caminho, o de serem orgulhosas. Preferem arrastar um problema durante anos e anos sem nunca darem o braço a torcer, preferem viver num silêncio doloroso a terem que "humilhar-se" (segundo o seu pensamento) e admitirem que falharam e que erraram. O que eles não se apercebem é que é essa atitude arrogante que os humilha.

   O ser humano erra por natureza, é inevitável. Quem de nós pode dizer: "Nunca errei"?; ao dizer isto já errou. Não está nas nossas mãos decidirmos se vamos errar ou não, porque mais cedo ou mais tarde caímos nele até sem nos apercebermos. Mas está nas nossas mãos consertar o que fizémos de mal. E um aparente simples pedido de desculpas pode evitar muito sofrimento e ressentimento.

    É fácil? De maneira alguma, é muito difícil. Mas será que a pessoa a quem nós magoámos não merece esse sacrifício? A pessoa que nós gostamos, e até que pode ser nossa família? Ou será que preferimos refugiarmo-nos dentro de um silêncio ensurdecedor e fingir que esquecemos tudo, agir como se nada se tivesse passado, com a falsa (e mesmo estúpida) esperança que a pessoa 'atingida' faça o mesmo e nos perdoe? Seria um total acto de cobardia, e ignorância.
    Nem todos os problemas se resolvem com o tempo.

   Queremos tanto a paz e esperamos sempre que os outros a consigam por nós, enquanto ficamos descansadinhos no sofá a ver televisão e a criticar as pessoas, ou a falar mal da vida dos nossos amigos, vizinhos, familiares, etc; em como eles deviam ter feito isto ou aquilo e o que fizeram foi errado.

  Errar é humano, mas não consertar esse erro já não é humano, é cobardia e ignorância. E infelizmente, é o que vejo à minha volta todos os dias: cobardia e ignorância.

   Que tal mudarmos o panorama?

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D